Kim Namjoon: a voz da arte coreana

Escrita por Izabelle Casseb

Revisado por: Julyanna Ribeiro

O museu norte-americano LACMA – Los Angeles County Museum of Art, convidou o líder do BTS, Kim Namjoon, para narrar o guia em áudio de algumas obras da exposição The Space Between: The Modern in Korean Art (O Entre-espaço: O Moderno na Arte Coreana).

A exposição que começou no dia 11 de Setembro de 2022 e segue ativa até 23 de fevereiro de 2023, é a primeira do tipo realizada no ocidente, contando com um acervo de obras de arte moderna sul-coreanas, criadas entre 1897 e 1965, e é uma parceria entre o LACMA e o Museu Nacional de Arte Moderna e Contemporânea da Coreia do Sul (MMCA).

O longo período coberto pela mostra, permite que sejam vistas perspectivas artísticas durante diferentes e importantes períodos da história recente do país, como o final do Império Coreano, a colonização pelos Japoneses e a Guerra da Coreia, bem como as diferentes influências sofridas pelo país no período.

O rapper é assumidamente fã de arte. No seu feed do Instagram podemos acompanhar diversas visitas às galerias e museus que ele já fez no último ano. Sua coleção e paixão pelas obras, em especial as de artes contemporâneas sul-coreanas, tem sido cada vez mais reconhecida por especialistas: apenas em 2022 ele já concedeu entrevistas a diversos veículos especializados no assunto, como o podcast Intersections: The Art Basel, criado pela maior plataforma de galerias e colecionadores de arte do mundo e para o jornal The New York Times – entrevista que foi traduzida e publicada em diversos outros veículos pelo mundo, inclusive pela Folha de São Paulo.

Por isso a escolha de Namjoon, que é uma das personalidades sul-coreanas mais conhecidas atualmente, para gravar a narração do áudio-guia de 10 das 130 obras expostas, é natural. E você não precisa visitar os Estados Unidos para escutar. O LACMA e o MMCA disponibilizaram as faixas de áudio em inglês e em coreano, que encontram-se compiladas aqui.

Além disso, as peças em questão foram escolhidas pessoalmente por Namjoon, que visitou a exposição pessoalmente na última semana, e o pessoal do Painel Arte preparou uma thread no twitter do BAA falando um pouco sobre cada uma delas. 

Fonte: Instagram pessoal do Namjoon (rkive)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MUITO MAIS

Bangtan Universe
A Narrativa Visual Na Linguagem Cinematográfica De Matrix No MV N.O do BTS

Acerca de algumas discrepâncias históricas, que não nos parecem estar de acordo com os princípios que tanto falamos e ouvimos em nosso meio social, devemos manter nossas dúvidas guardadas dentro de uma prateleira e esperar elas serem reveladas? Ou ainda devemos manter um senso crítico e questionador, que para uma sociedade moralista, o seu posicionamento seja subjugado como “rebelde e imprudente”?

Leia Mais
Bangtan Universe
Os sonhos de resistência e a Revolução dos Bichos contra as imposições coletivas

Em suma, “A revolução dos bichos” faz críticas à regimes totalitários e aponta a hipocrisia dos governantes que burlam as regras para benefício próprio. Observa-se que o livro demonstra os jogos de poder dos porcos, critica a censura e a manipulação das massas que ocorre com os animais. A educação mostra-se como um fator determinante na sociedade do livro, pois auxilia na compreensão da política e traz mais oportunidades.  

Leia Mais