“Seven” alcança o topo da Hot 100 da Billboard e se junta aos vários feitos dos membros nos charts

Por: Eduarda Jermann

Revisado por: Laura Mello

Semana passada Jung Kook fez história com seu primeiro single solo “Seven”, em colaboração com Latto, alcançando a primeira posição na Billboard Hot 100. Com esse feito, ele se junta a Jimin, sendo os únicos solistas sul-coreanos a alcançarem esse marco. Hoje (31/07), ele somou mais algumas conquistas com “Seven” ao permanecer no chart da Hot 100 pela segunda semana, desta vez ocupando a posição #9, e continuou em #1 nos gráficos globais. Dessa forma, ele se juntou a BTS e PSY como únicos atos coreanos a passar várias semanas no Top 10 da Billboard.

Imagem 1: @/billboardcharts

A Billboard Hot 100 é uma lista das 100 músicas mais tocadas nos Estados Unidos ao longo da semana. As posições são definidas a partir da soma das vendas físicas e digitais, dados de streaming e audiência nas rádios. Ao decorrer de sua carreira, o BTS foi responsável pela quebra de diversos recordes a nível mundial. Atualmente, o grupo  possui 6 singles que atingiram o #1 na Billboard Hot 100: “Dynamite”, “Savage Love”, “Life Goes On”, “Butter, “Permission to Dance” e “My Universe, respectivamente. No entanto, sabemos que com o hiatus das atividades em grupo, os membros passaram a lançar projetos individuais e, certamente, a dinâmica não seria diferente: o ARMY permanece apoiando seus trabalhos. Vem com a gente relembrar alguns dos vários recordes dos meninos.

“Indigo” fez história no Spotify

Imagem 2: BIGHIT MUSIC

Começando pelo primeiro álbum solo do líder RM, lançado em dezembro de 2022, que se consagrou como um de seus maiores lançamentos. No início desse ano, “Indigo” atingiu 300 milhões de streams, tornando-se o disco mais rápido a atingir o marco por um solista coreano. O tamanho de seu alcance não é por acaso considerando a qualidade, descubra mais sobre aqui.

Jimin alcançou o topo da Billboard Hot 100.

O primeiro EP de Jimin, intitulado “FACE” que analisamos aqui, não ficou de fora dessa. A faixa “Like Crazy foi um sucesso e quebrou recordes históricos, alcançando a primeira posição das paradas da Billboard Hot 100, além de chegar ao #1 no Spotify Global.  

Imagem 3: @/billboardcharts

Tour D-DAY

Imagem 4: BIGHIT MUSIC

Após o lançamento de D-Day, SUGA realizou sua primeira turnê solo passando pelos Estados Unidos, Coréia do Sul, Japão, Indonésia e mais. A tour de Agust D esgotou na pré-venda e obteve a maior bilheteria na história dos Estados Unidos por um artista solo asiático.

Jin

Imagem 5: BIGHIT MUSIC

Antes de se alistar, Jin nos presenteou com a incrível “The Astronaut”, uma carta de despedida para o ARMY e um verdadeiro marco no fandom. A canção rendeu a primeira entrada como artista solo de Jin na Billboard 100, sendo o quinto membro do grupo a entrar no chart norte-americano.

V

Imagem 6: Reprodução

Até o momento, V não lançou oficialmente nenhum projeto solo. Ainda assim, com apenas trilhas sonoras, as famosas OST’S (original soundtrack), V não deixa de conquistar seus marcos. “Christmas Tree, do Kdrama Our Beloved Summer, se tornou a OST coreana que obteve mais streams na história do Spotify, ultrapassando sua própria música, “Sweet Night, de Itaewon Class.

j-hope

Imagem 7: Reprodução

Antes de seu debut como artista solo, j-hope já havia lançado projetos solos, como por exemplo “Chicken Noodle Soup junto de Becky G. Sendo assim, o artista já havia entrado para os charts anteriormente, mas, sem dúvidas, seus projetos individuais impulsionaram suas posições nos gráficos. Seu álbum  “Jack In The Box” foi um sucesso, atualmente ultrapassando os 500 milhões de streams no Spotify. Além disso, de acordo com a Forbes, o single “On the street”, em parceria com J. Cole, ídolo do artista, chegou no topo das vendas de músicas digitais de R&B/Hip-Hop e também nas vendas de músicas digitais de rap. 

Impressionante, né? O amor e a força do ARMY seguem quebrando barreiras.

*Texto com informações atualizadas*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MUITO MAIS

Bangtan Universe
A Narrativa Visual Na Linguagem Cinematográfica De Matrix No MV N.O do BTS

Acerca de algumas discrepâncias históricas, que não nos parecem estar de acordo com os princípios que tanto falamos e ouvimos em nosso meio social, devemos manter nossas dúvidas guardadas dentro de uma prateleira e esperar elas serem reveladas? Ou ainda devemos manter um senso crítico e questionador, que para uma sociedade moralista, o seu posicionamento seja subjugado como “rebelde e imprudente”?

Leia Mais
Bangtan Universe
Os sonhos de resistência e a Revolução dos Bichos contra as imposições coletivas

Em suma, “A revolução dos bichos” faz críticas à regimes totalitários e aponta a hipocrisia dos governantes que burlam as regras para benefício próprio. Observa-se que o livro demonstra os jogos de poder dos porcos, critica a censura e a manipulação das massas que ocorre com os animais. A educação mostra-se como um fator determinante na sociedade do livro, pois auxilia na compreensão da política e traz mais oportunidades.  

Leia Mais